terça-feira, 29 de dezembro de 2015

Desafio 52 semanas #8 : os melhores filmes infantis que já assisti foram...

[Esse post é da semana dos dias 13 a 19 de dezembro, porque sou trouxa e atrapalhada e não postei]

Oiii, pessoal! Estamos de volta com o desafio 52 semanas, atrasado (de novo), por motivos de: A BETA É UMA TROUXA. Mas, deixado de lado meu jeitinho trouxa e atrapalhada de ser, o tema de hoje é os melhores filmes infantis que já assisti. Eu li o nome do tema dessa semana e já me bateu um sufoco. COMO EU VOU CONSEGUIR ESCOLHER SÓ 5 FILMES INFANTIS? Eu amo filmes infantis. Amo. De verdade. E não duvido que eu termine esse post chorando por ter deixado alguns de lado, porque só posso escolher cinco. Mas, vamos lá, antes que eu tenha um enfarte precipitado.

Cada um na sua casa


Amo esse filme mais que o ar que eu respiro. É muito amorzinho. Muito amorzinho mesmo. Eu tento fazer meus amigos assistirem, mas, pelo título nada atraente, eles não assistem </3 mas é TÃO fofo. Preciso que alguém assista comigo.



Procurando Nemo

Ai gente, não preciso nem falar nada né? Procurando Nemo é muito amor <3 


Alvin e os esquilos

Acho que esse é o filme que mais marcou minha infância. Nunca vou esquecer de quando brincava com minhas primas de "esquiletes" aushauhas <3 fiquei tão feliz com o lançamento desse novo filme (fui assistir hoje com minha mãe e com a minha irmã. Tá tão fofo!).


Divertida Mente 

Esse filme é m-a-r-a-v-i-l-h-o-s-o. Eu tenho uma irmãzinha mais nova (ela tem oito anos) e eu assisti sozinha online. Isso prova o quanto sou madura. Mas eu amei amei amei amei amei esse filme. 

Detalhe: depois ela brigou comigo porque eu não chamei ela para assistir auhaushas.


Enrolados

Esse filme <3 não tem nem o que dizer. É muito lindo, muito fofo, muito muito muito muito muito muito amorzinho <3 


Frozen

Essa é um tópico extra, porque me recuso a finalizar esse post sem Frozen. O filme trás uma mensagem tão linda que é impossível não amar. Mostra todo o amor que uma irmã sente pela outra. E que esse amor é maior que qualquer coisa, o que é extremamente verdade.


Bom, amores, espero que tenham gostado. Porque, se não gostaram, eu vou me atirar da ponte. Aqui estou eu finalizando esse post com lágrima nos olhos (tô de tpm, me deixa) por ter que deixar filmes que amo de fora. Mas espero que tenham gostado, de verdade. Comentem aqui a opinião de vocês e suas respostas. Eu amo ler os comentários <3 

Abraços, 
Beta.

Desafio 52 semanas #7 : eu sempre...

[Esse post é da semana dos dias 6 a 12 de dezembro, porque sou trouxa e atrapalhada e não postei]

Oiii! O Desafio 52 semanas dessa semana é eu sempre... , e não faço ideia do que colocar. Mas como adoro fazer esse desafio, vamos lá :)

EU SEMPRE...

...coloco meu celular para carregar durante a madrugada, para ter bateria 100% de manhã.

...uso pente para pentear o cabelo (não que eu não goste de escova, mas prefiro pente).

...durmo abraçada em ursos de pelúcia.

...viajo para uma praia no litoral do RS chamada Rainha do Mar no verão (MELHOR. PRAIA. DO. MUNDO. A-M-O).

...me enrolo para fazer o Desafio 52 semanas.

*******

Bom gente, por hoje é isso. Espero que estejam gostando do desafio 52 semanas que SEMPRE sai atrasado porque sou uma trouxa que não consegue parar quieta para escrever, mas mesmo assim não quer desistir do desafio.

Abraços, 
Beta.

Eu virei booktuber?

Bom, pelo título do post, vocês já tem ideia do que venho papear com vocês aqui hoje.
Primeiramente, olááá. Como vocês andam? Como vai a vida? Espero que ande tudo bem por aí.

Desde que eu criei o blog, em agosto de 2015, muuuuita gente (principalmente algumas amigas minhas e o pessoal do Grupo de Leitura) me dizia que eu tinha que criar um canal e blá blá blá. Nunca levei muito a sério, até porque nunca tive a intenção de realmente ter um canal, mas acabou que aconteceu. Quando a Meg Cabot veio pra Porto Alegre, criei coragem e gravei. Gente, como foi vergonhoso! Peguei um conselho com a Mavi: grave em um lugar público. Eu só abri a câmera frontal do celular no meio do shopping e gravei. Pedi para a minha mãe deixar eu gravar sozinha, porque com ela do lado seria pior (eu ficaria com mais vergonha ainda). Tenho que dizer que todos me encararam. Ficaram me olhando como se eu fosse doida. E acho que realmente sou. 

Gravei todo o evento. Não deu uns dois dias, eu criei coragens e publiquei o vídeo. Precisei, sim, de muito apoio. Do apoio das minhas amigas, do apoio do Grupo de Leitura (GDL), do apoio da minha mãe, do apoio de quem tá sempre dando uma passadinha no ig e do apoio de quem segue o Livro com Pão de Queijo. Garanto para vocês uma coisa: eu não morri. Tive muita vergonha, mas só enquanto eu editava. Depois que publiquei, fiquei feliz da vida. Mas também não divulguei muito não. Contei para poucas pessoas, com medo do que iam achar. No máximo três amigos meus e falei lá no GDL. E olhe lá. Quis ser o mais discreta possível. Ah, e também postei no instagram do blog, mas isso era óbvio. Com certeza avisaria vocês sobre isso.

Uns dois meses depois, saiu um segundo vídeo lá no nosso canal. Hoje saiu um terceiro e também já gravei o quarto. Acabei contando pra mais gente. Percebi que não conseguiria esconder do mundo pra sempre. Em algum momento, as pessoas descobririam,

Às vezes vejo alguns youtubers falando "nossa, no começo eu recebi muitas críticas, muita gente comentava coisas ruins sobre meus vídeos". Não teve isso comigo não. Bem pelo contrário. Recebi muito apoio e carinho de pessoas especiais pra mim. E não sei como agradecer isso a elas. <3 Pensei muito antes de tomar essa decisão, mas, sim, vão ter mais vídeos no YouTube em nome do Livro com Pão de Queijo. A Beta vai exibir sua cara branca "em frente as câmeras" (literalmente, asuhuhas). Pra mim ainda é difícil decidir o conteúdo de cada vídeo, por isso eles acabam demorando para sair. Mas antes tarde do que nunca, certo?

Eu espero que gostem da novidade. E quero dar um conselho, para quem está começando ou quer começar, assim como eu: não tenha medo. Vai na fé, amore! Deixa a vida e as pessoas (e o YouTube) te surpreenderem. Gravar vídeos é muito mais legal do que assistí-los. Torna a coisa muito mais real.

Quero aproveitar para agradecer de coração a todo mundo que me apoia e me apoiou desde o início <3 essas pessoas sabem que, sem elas, eu não estaria publicando um terceiro vídeo hoje e editando um quarto. Sem elas, eu não teria seguido em frente com o canal. Muito obrigada por me ajudarem a dar mais um passo <3 

Um abraço beeeem apertado,
Beta.

P.S.: Se você quiser dar uma olhadinha nos primeiros vídeos, vou deixar o link de todos aqui em baixo :) espero que goste <3 

Meg Cabot em Porto Alegre | Roberta Galiotto ::: https://youtu.be/POHYpPVAjuw
Book Haul : Black Friday | Roberta Galiotto ::: https://youtu.be/R9ia7FD-x58
RESENHA: Uma Lição de Amor | Roberta Galiotto ::: https://youtu.be/9apBkjUCjWo

quarta-feira, 9 de dezembro de 2015

Despedidas

Por que se despedir é tão difícil? Por que dói tanto? Eu gostaria de saber.
As vezes eu fico pensando: por que diabos eu sofro tanto em despedidas? É porque sou uma pessoa extremamente emocional?
Hoje (09/12) foi a despedida da minha turma. Foi a hora de colocar um ponto final em um capítulo. De dizer adeus. Aí vieram me dizer "não é um adeus, e sim um até logo". Acho que não acredito nisso. Sei que ano que vem mudarão as turmas, e me apeguei demais aos meus colegas para não me importar com isso. Me importo, e até demais. Formamos um grupo muito bom para terminar assim. Não somos apenas colegas de classe. Viramos amigos. E as férias vão nos separar... eu acho.
Mas, faz parte da vida. As vezes precisamos mudar. Mudar de amigos, mudar de colégio, mudar de emprego, mudar. Simplesmente mudar. Todos precisamos e merecemos ter a oportunidade de mudar.
Mas, eu ainda me pergunto: por que se despedir é tão difícil?



Notas adicionais: esse texto não tem nada a ver com o blog, nada a ver com livros, mas precisava colocar para fora o que estou sentindo, e aqui é o único lugar que posso ser totalmente eu mesma. Espero que não se importem com meus momentos aleatórios. Amo vocês. Abraços, Beta <3

Desafio 52 semanas #6 : os super poderes que eu gostaria de ter se fosse um super herói seriam:

[Esse post é da semana dos dias 29 de novembro a 5 de dezembro, porque sou trouxa e atrapalhada e não postei]

Oiiiiiiiii amores! Voltamos com o desafio 52 semanas :) eu achei o tema dessa semana, os super poderes que eu gostaria de ter se fosse um super herói, muito, mas muuuuito difícil. Uma coisa é escolher um super poder, outra coisa é escolher cinco haha. Mas vamos tentar. Talvez eu fale algumas coisas bobinhas, mas fazer o que, é a vida aushuash. E vou fazer de um jeitinho um pouco diferente. Não comentarei tanto sobre cada um como sempre faço.

Gostaria de ter o poder da invisibilidade, por motivos de: QUEM NÃO GOSTARIA DE SER INVISÍVEL SEMPRE QUE PRECISO? Eu, pelo menos, adoraria. Também gostaria de voar, como todas as pessoas que eu conheço. Acharia legal ter o mesmo poder que aquela menina do livro Encruzilhada, da Kasie West. Ela é investigadora de destinos, e toda vez que ela se depara com uma escolha, pode verificar o que aconteceria nas duas alternativas. Gostaria de ter um poder que pudesse fazer as pessoas olharem o lado bom das situações difíceis. Não sei se isso existe, mas acho que vocês entenderam asuhusah. E, por último, comer e não engordar. Tava procurando ideias na internet para finalizar esse post e, quando vi esse, só pensei: PRE-CI-SO.

Bom, amorzinhos, espero que tenham gostado. Esse foi, com certeza, um dos mais difíceis pra mim uahsuahs. Não se esqueçam de comentar as suas respostas aqui :)

Abraços,
Beta.

Desafio 52 semanas #5 : fazem parte da minha wishlist

[Esse post é da semana dos dias 22 a 28 de novembro, porque sou trouxa e atrapalhada e não postei]

Oiii, amores! Ainda não abandonei o desafio 52 semanas. Ok, ele está meio atrasado, mas pelo menos está aqui! Antes tarde do que nunca.
O tema da semana é fazem parte da minha wishlist. Achei esse tema complicadinho, mas, tudo bem. Não me importo em quebrar a cabeça haha

Bichinhos de pelúcia bonitinhos que eu não sei o nome

Gente, com certeza vocês sabem do que eu estou falando. Tem uns bichinhos gordinhos e bonitinhos e com uns olhos enormes que são A COISA MAIS FOFA DO MUNDO. Eu amo. Sem brincadeiras. Sempre fui muito apaixonada por bichinhos de pelúcia, mas nunca pude ter, porque tenho asma e blá blá blá. Mas, atualmente, tenho vários desses fofinhos e pequeninhos, e quero ter cada vez mais PORQUE ELES SÃO MUITO AMORZINHO. <3 

Livros

Óbvio que livros não poderia faltar, né? <3 

Momentos felizes 

Momentos felizes com as pessoas que eu amo. São os melhores momentos do mundo. Quero cada vez mais momentos felizes com a minha família e com os meus amigos.

Fotos

Quem me conhece sabe que sou muito apaixonada por fotografia. Que tiro foto de tudo e todos, porque amo. E o que eu mais queria era que todas essas fotos saíssem da galeria do celular ou da pasta do computador e que fossem reveladas. Acho fotos reveladas tão lindo.

Fazer um intercâmbio

Meio clichê? Sim. Mas adoraria fazer um intercâmbio. Seria um sonho realizado.


Bom, amores, por hoje foi isso. Espero que tenham gostado :)

Abraços,
Beta.

sexta-feira, 27 de novembro de 2015

Fotos da Beta #1

Oiii, amores!
Esse post tem a ver com livros? Não. Mas tem a ver com um assunto que amo tanto quanto livros: fotografia.
Não sei vocês, mas sou a louca das fotos. Amo amo amo. Tiro foto de tudo e todos. Não saio de casa sem meu celular em mãos para tirar fotos. A algumas semanas, pedi para a minha mãe para passearmos de carro. Ela achou que eu estava louca. "Voltou a ser criança, Roberta?", foi o que me disse. Mas, mesmo assim, saímos de carro e andamos pela zona sul da minha cidade. 
Posso dizer que o programa foi incrível. Sempre que eu pedia, ela parava o carro e eu saia pra tirar uma foto de algo que me chamou atenção. Renderam fotos incríveis.
Domingo passado passei a tarde na casa de uma amiga. Óbvio que o celular estava o tempo inteiro em mãos, para registrar todos os momentos possíveis. Saíram fotos incríveis (o condomínio dela é tão lindo, e o dia tava tão lindo! Era óbvio que sairiam fotos maravilhosas). Uma pena que não poderei publicá-las, porque em todas aparece algum amigo meu e tenho vergonha de pedir permissão para publicar uashuash (espero que eles não leiam isso haha). 
Eu estava me remoendo para não publicá-las aqui, afinal, é um blog sobre livros, mas não me segurei. É o tipo de foto que, na minha opinião, precisa ser compartilhada com o mundo. Ainda estou pensando em fazer alguma coisa de, as vezes, publicar algumas fotos aleatórias aqui para vocês. Não sei a opinião de vocês. O que acham? Deixem a opinião de vocês nos comentários :)
Vamos parar de enrolação, Beta? Vamos. E vamos para as fotos!!!










Bom, amorzinhos, espero que tenham gostado. Não esqueçam de comentar aqui se vão continuar querendo posts meio aleatórios, com fotos que tiro no meu dia a dia. Eu ficaria feliz em compartilhar minhas fotos com vocês.

Abraços, 
Beta.

sexta-feira, 20 de novembro de 2015

Desafio 52 semanas #4 : Minhas citações preferidas são...

Oiii, amores!
Hoje voltamos com o desafio 52 semanas, o desafio 4. Vocês estão gostando? Pois eu estou a-man-do. O dessa semana são as minhas cinco citações preferidas <3 vale de filmes, livros, etc e etc.


Como há tempo para a dor, também sempre há tempo para a cura.



Essa é uma das frases que eu mais amo. Na verdade, nunca tinha prestado tanta atenção assim nela. Até a alguns dias atrás. Tava cavocando no instagram da Pam Gonçalves e fui ver de novo a caneca linda da Camila Mabeloop para a Mr. Folks e me deparei com essa frase. Já tinha lido-a, claro, mas ela me impactou total somente dessa vez. Ela foi retirada do livro (que eu amo muito) "A Lista Negra", da Jennifer Brown.



Toda pessoa é uma possibilidade. 



Uma frase tão curta que pode significar tantas coisas. Vou deixar a interpretação com vocês. 

Retirei-a do livro "Todo Dia", do David Levithan. Eu só acho ela tão verdade <3 


If you can dream it, you can do it.



Essa é uma das frases mais inspiradoras que já vi. Gente, é sério. "Se você pode sonhar, você pode realizar". Tem coisa mais linda e mais inspiradora? Disney sendo Disney <3 



São as nossas escolhas, Harry, que revelam o que realmente somos, muito mais do que as nossas qualidades.



Ai, gente. Essa frase mexe muito comigo. Eu acho ela muito especial e muito, muito profunda. Porque, realmente, é a mais pura verdade. Quem fala mais alto são nossas ações, nossas escolhas, nossas atitudes. 

Retirei essa frase do "Harry Potter e a Câmara Secreta", da J.K. Rowling.


Pelo que eu estava aprendendo, ninguém era cem por cento ruim. Mesmo a pior das pessoas em algum momento teve alguém que a amasse.



Eu não sei vocês, mas concordo plenamente com esse trecho. Quando li-a, fiquei encantada. É o tipo de citação que estou sempre relendo. Então, se você estiver passando por um momento ruim, lembre-se dela. <3 retirei do livro "Os Bons Segredos", da Sarah Dessen (tem resenha dele aqui). 




Bom, amores, espero que tenham gostado. Estou colocando todo o carinho do mundo no pouquinho que ando conseguindo escrever por semana. 

Não se esqueçam de colocar as citações preferidas de vocês nos comentários. Tô doidinha pra ler :)


Abraços, 

Beta.

sábado, 14 de novembro de 2015

Desafio 52 semanas #3 : Coisas para se fazer no calor

Bom dia, gente linda do meu coração! Estamos de volta com o Desafio 52 semanas. Espero que estejam gostando. O dessa semana é coisas para se fazer no calor. Eu, sinceramente, detesto calor, detesto o verão. A melhor estação de todas é, com certeza, o outono <3 mas tem algumas coisinhas que gosto de fazer especialmente no verão e vou citar cinco delas para vocês. Gente, por eu ser do Rio Grande do Sul, aqui tem as estações bem definidas. E, onde eu moro (Porto Alegre), não tem praia. Então eu sempre veraneio numa prainha no litoral do RS mesmo. O mais especial dela é que não é tãão conhecida, então tem sempre pouca gente

Ir a sorveteria


Gente, por eu ser do Rio Grande do Sul, aqui tem as estações bem definidas. E, onde eu moro (Porto Alegre), não tem praia. Então eu sempre veraneio numa prainha no litoral do RS mesmo. O mais especial dela é que não é tãão conhecida, então tem sempre pouca gente por lá. E eu AMO isso. Dá pra andar pelas ruas sem se preocupar. 
Nessa prainha, tem uma sorveteria. Mas não é uma qualquer. É A sorveteria. A melhor sorveteria que já vi, sério. E eu amo ir lá com as minhas amigas. 

Conversar

Mas tu não conversa quando está frio também, Beta? Converso, óbvio. Mas adoro conversar. Conversar é o tipo de coisa que devemos fazer em todas as horas, em todos os momentos. 

Tomar banho de mar e/ou de piscina

Sou uma pessoa aquática? Não. Mas, gente, é tão bom. Me faz bem. Em um dia bem quente, tem coisa melhor do que ficar "de molho" (como minha mãe fala haha) na piscina?

Viajar

Viajar. Quem não ama viajar, sério? Eu até fico meio emburrada antes de ir viajar, porque sou muito caseira, mas, depois, eu amo. É tão bom. Aí no verão eu vou para a praia e enlouqueço com as minhas amigas <3 é tão bom. Saudades daquelas pequenas. 

Passear

Apesar de eu ter dito logo acima que eu sou muito caseira, eu também AMO um passeio (principalmente no shopping. Amo muito). Não importa com quem seja ou onde seja. Amo um passeio. Seja passar a tarde na casa de algum amigo conversando, olhar as vitrines do shopping com minha família, ir ao parque com a minha prima, na praia com as minhas amigas. Eu amo. São diversos momentos que a gente guarda na cabeça, sabe. E, nas férias, temos mais tempo para todos esses passeios.

Bom, amorzinhos, por hoje é isso. Eu espero que vocês tenham gostado. Vocês podem deixar a sua opinião aqui nos comentários, eu vou adorar ler! 

Abraços, 
Beta.

sexta-feira, 13 de novembro de 2015

O que aconteceu comigo? Por que o sumiço?

Boa tarde, meus amores! Tudo bem com vocês? Eu espero que sim. 
Vocês devem estar estranhando o meu sumiço aqui no blog e, principalmente, no Instagram (se vocês não conhecem, é @livrocompaodequeijo. Espero que gostem). Peço sinceras desculpas por isso. Eu ando atrapalhada e confusa. São as minhas últimas semanas na escola e estou afundando no mar de atividades e trabalhos. Vou contar um pouquinho pra vocês como anda a minha vida, o porque de todo esse sumiço (não pensem que não fico mal em deixar vocês na mão. Bem pelo contrário. Vocês me conhecem, sabem como sou).

Hoje (sexta-feira, 13 de novembro) é o dia que eu devo mais aguardar o ano inteirinho. Na minha escola, sempre nos sétimos ou oitavos anos, fazemos um desfile com o nome de "Moda e Estilo". Passamos o ano inteiro nessa função (é uma muvuca!). Primeiro confeccionamos uma camiseta, depois selecionamos uma música e criamos uma coreografia para ela. Hoje é o dia que dançaremos e que desfilaremos. E eu to tããão nervosa. Estou assim a semana inteira. Não consigo parar quieta por um minuto, to sempre cantando e/ou dançando. Esse é o grande motivo que não posto nada: estou tão nervosa que não consigo ler e não consigo tirar fotos. Tô sem criatividade (com motivação, mas sem criatividade). É muita coisa para uma só Beta.

Aí, para melhorar a situação, meu celular deu adeus à vida (traduzindo: ele estragou). Ele já estava ruim desde o meu aniversário, em julho, mas não queria comprar outro. Acabou que na terça ele resolveu que não ia mais colaborar comigo. Já resolvi isso, ganhei outro (com uma câmera melhor <3 ) como presente de Natal. 

Isso e todos os trabalhos e provas do colégio, né? Ainda não estou nos meus melhores dias, e fico nervosa por tudo. Aliás, um dos motivos para eu estar escrevendo isso agora, e não me arrumando para o Moda e Estilo, é que eu to nervosa demais e escrever sempre resolve. É menos um peso nas minhas costas. 

Espero que entendam. Eu amo vocês. Obrigada por estarem sempre aqui comigo quando preciso <3

Abraços (e prometo que em pouco tempo eu volto), 
Beta.

sábado, 7 de novembro de 2015

Desafio 52 semanas #2 : Eu nunca...

Oiii, amores! 
E aí, gostaram do Desafio 52 semanas que postei na semana passada (se não viu, clique aqui)? Eu adorei escrever e tenho absoluta certeza que vou continuar com ele. Achei um pouquinho complicado, mas é uma experiência muito legal. E vamos para o dessa semana, né? 



Eu nunca...



... viajei para fora do Brasil


Gente, eu tenho esse sonho de querer viajar para fora do Brasil (na minha opinião, quem não tem? asuhau). Quero conhecer novos lugares, novas culturas, novas pessoas... mas, por enquanto, meu momento ainda não chegou. Daqui a pouco chega e eu enlouqueço de vez e compartilho tudo com vocês haha 

... pensei que criaria um blog

Já contei essa história pra vocês? Essa coisa toda de inventar um blog para o @livrocompaodequeijo não foi ideia minha não! Bem pelo contrário. Sempre tive muita vergonha de admitir para as pessoas que eu tenho um blog. A primeira vez que contei para as pessoas que não são tão próximas de mim foi a dois dias, na quarta-feira (04/11), na minha aula de religião. Voltando ao assunto. Minhas amigas, do colégio e virtuais, sempre colocaram pilha para eu criar um blog (tinha até uma hashtag no Grupo de Leitura, a #BlogdaBeta. Lembro até hoje, viu, meninas? Vocês são fundamentais para eu estar aqui). Mas eu não me sentia segura o suficiente. Acabei contando do instagram para a minha avó, e ela falou tão bem do que eu escrevia e das minhas fotos que, no dia seguinte, fui lá e criei. E aqui estamos. Nunca imaginei que algum dia da minha vida eu estaria escrevendo em um blog que poderia chamar de MEU. Esse é, com certeza, um dos maiores presentes que ganhei em 2015: todo o apoio do mundo para criar um blog.


... passo um dia sem ouvir música



Posso parecer um pouco neurótica, talvez, mas não passo um dia sequer sem música. Pra mim, é algo fundamental na nossa vida, e para qualquer momento tem alguma música que possa me ajudar.

... saio de casa sem um livro na bolsa

Nunca se sabe quando vamos precisar de uma salvação daquele momento super entediante, né? Eu to sempre com um livro "de baixo do braço". Semana passada eu fui a um encontro (eu + meus amigos não é normal, gente. Quando vocês leram "encontro", devem ter imaginado pessoas sentadas e conversando decentemente como gente normal. Puft, não é nada disso. Mas uma coisa eu garanto: muita cantoria e muita música), e, adivinhem? Eu estava lá, com o meu Princesa para sempre na mochila. Eu realmente não saio de casa sem um livro comigo. 

... canto bem

Eu amo cantar. Amo. Mas adivinhem quem parece uma rena do papai noel cantando? Eu mesma. Queria ser tipo aquelas crianças do The Voice, que com oito ou nove anos já cantam super bem. Pena que, por aqui, só tem uma garota que realmente não sabe cantar (mas canta. Não deixo de cantar por nada. Posso não saber a letra, posso não gostar da música ou não estar no clima para cantá-la, mas canto igual. Não importa. Música é música, gente!).


Bom, amores, por hoje é isso! Eu espero que tenham gostado, e, se quiserem, podem comentar aí embaixo suas "respostas". Eu ficaria feliz :) 

Abraços, 
Beta.

quinta-feira, 29 de outubro de 2015

Desafio 52 semanas #1 : Coisas que me fazem ficar feliz

Olááá amoreees <3
Eu vi esse desafio no blog da Luminha, o Antes das Cinco, e adorei. Achei muito legal e super criativo e fui atrás das categorias na internet. Acabou que encontrei por aí e vou fazer aqui no blog :) simplesmente cada semana tem um tema, e eu posto cinco coisinhas relacionadas a ele. E o dessa semana é coisas que me fazem ficar feliz.


Abraços

Você pode me conhecer a cinco anos ou a três dias, mas com certeza já deve ter percebido que amo abraços. Abraços sinceros, abraços "de verdade", abraços virtuais... não importa. Sendo um abraço, já me deixa mais feliz.


Iniciar (e finalizar) uma leitura

Acho que isso não podia faltar, né? Ler me deixa doidinha, sério mesmo (e também muito feliiz). Estou o tempo todo enlouquecendo meus amigos com os meus personagens (tenho até um pouco de pena deles. Mas aí eu penso que é mais que obrigação eles me aguentarem haha).

Minha irmã não deixa de ser minha amiga, né?
<3 <3 <3 <3 <3 <3 <3 <3 <3 
Momentos com meus amigos

Podem ser de manhã, de tarde, de noite, de madrugada... Meus momentos com eles sempre serão incríveis. Óbvio que as vezes me irrito com essas criaturinhas e acaba rolando umas briguinhas, mas faz parte. Acho que risadas e diversão são coisas garantidas com os meus amigos haha.


Realizar meus sonhos

Que saudades da Bienaaaal <3 
Gente, a sensação de ter um sonho realizado é fantástica. Tenho certeza que já realizaram pelo menos um dos sonhos de vocês. Me sinto uma pessoa de sorte por (alguns dos) meus sonhos serem bem simples. Mas esse ano (mesmo ainda não tendo acabado), vários dos meus sonhos foram realizados, e não duvido que mais ainda se realizarão.

E uma frase que eu adoro (e que acredito muito): "If you can dream it, you can do it" <3


Conhecer autores(as) maravilhosos é, com certeza, um sonho! Esse foi um dos
realizados mais recentemente. Meg Cabot, sua linda <3

Viajar

Viagens me trazem sentimentos maravilhosos. Quando estou nas nuvens, vejo que não sei de absolutamente nada e que ainda tenho muitos lugares para conhecer. Nunca saí do Brasil, mas já conheci lugares o suficiente para saber que, em algum outro dia, preciso voltar (Rio de Janeiro, isso é uma indireta pra você).





Escrever

(esse é extra porque, quando eu estava lendo a postagem, vi que PRECISAVA escrever isso)

Quem me conhece a um tempinho deve saber que amo escrever. Mesmo. Esse blog é um cantinho especial do meu coração, porque sei que aqui posso colocar a minha opinião sobre tudo. E gosto da liberdade que a escrita trás. Escrever = <3


Bom, por hoje é isso! Eu espero, de coração, que vocês tenham gostado dessa publicação e que gostem disso de ser semanal, porque eu estou adorando. Quebrei a cabeça para fazer esse, mas estou muito ansiosa. Quero ilustrar total as postagens com fotos e mais fotos <3

Um pequeno aviso para vocês: não se esqueçam de participar do sorteio que está acontecendo lá no instagram do blog, o @livrocompaodequeijo. Tem chance extra pra quem se inscrever no blog, então já fica a dica, viu? Se inscreve aí, comente a sua opinião e participe do sorteio!

Abraços,
Beta.

quinta-feira, 8 de outubro de 2015

[TAG] Princesas da Disney

Oiii! Hoje eu vim aqui fazer a tag Princesas da Disney, que eu vi no blog da Melina Souza (Serendipity), e achei um amorzinho. Não fui marcada, mas mesmo assim, estou aqui :) vamos logo para o mais esperado, a tag!

Branca de Neve (um livro com a capa branca): escolhi para representar a Branca de Neve essa capa maravilhosa de O Teste, da Joelle Charbonneau. A capa é meio branca/prata/vermelha, mas acho que vale! Eu acho essa capa lindaaaa <3 sou apaixonada.

Bela (um livro que você já leu mais de uma vez): eu já contei outras vezes para vocês aqui no blog ou lá no @livrocompaodequeijo que não tenho costume de reler livros. Mas um que já reli é a série Fazendo Meu Filme, da Paula Pimenta. Reli quando comprei a série, já que tinha lido-a pegando os livros emprestado de uma amiga.

Aurora (um livro que você tentou ler várias vezes, mas acabou "dormindo"): um livro que eu realmente dormi lendo foi Alice no País das Maravilhas, do Lewis Carroll. Foi uma leitura obrigatória para a escola, ano passado. Desde então não criei coragem para ler outro clássico.


Jasmin (um livro com um bicho de estimação muito querido): acho que todos os bichinhos de estimação da Priscila, de Minha vida fora de série, se encaixam nessa categoria. É muito amor <3 

Ariel (um livro ou autor que você coleciona): olha, o único livro que tenho bastante interesse em ter outras edições é Fangirl, da Rainbow Rowell, que eu amo amo amo <3 

Elsa (um livro que se passa no inverno): eu realmente não lembrava de nenhum livro que se passasse no inverno. Pensei e pensei e lembrei de A Maldição do Titã, do Rick Riordan, que é o terceiro livro da série Percy Jackson e os Olimpianos (e o meu favorito haha).

Rapunzel (um livro longo, em número de páginas ou que a história é muito arrastada): um livro que eu achei muito longo, e não por número de páginas, é o A Esperança, da Suzanne Collins. Achei ele muita enrolação, demora demais para acontecer as coisas. 

Cinderela (um livro ou uma série que se perdeu no meio do caminho): desculpa deixar essa questão em branco, mas realmente não sei nenhum :( 


Bom, amores, eu espero que vocês tenham gostado da tag. Eu achei um amorzinho! Quero marcar para fazer também a Alícia, do Kiss of Gloss, a Cissa do @loucanoslivros, a Mavi do Capitãs Gancho e a Fe do @inloveforwords. Não se esqueçam de comentar aqui em baixo a sua opinião, e se também tiver blog ou Instagram literário, sinta-se a vontade para fazer e me marcar, estou doidinha para ver suas respostas.

Abraços, 
Beta

quarta-feira, 7 de outubro de 2015

[TAG] Katy Perry Book Tag

Amores, olá!! 
A fofolete da Bellinha do blog The Book Girl me marcou nessa maravilhosa Katy Perry Book Tag que, sinceramente, eu não sabia que existia. Tava fuxicando no blog dela e fui na hora dar uma bronca porque não tinha sido marcada (mas na verdade, tinha sim. Era só porque eu não tinha lido o post ainda hahaha). E, pra quem não sabe, eu amo a Katy Perry.

Enfim, chega de enrolações, vamos para a tag :)

PEACOCK (um livro que você gosta de exibir na sua estante): sinceramente, todos. Eu sou muito apegada aos meus livros. Mas tem um que eu acho que é um dos que mais amo (que, por sinal, eu ainda não terminei. Comecei a lê-lo a um tempo, mas por ser em inglês e cansativo pra mim, que não está acostumada com isso, parei). É o Isla and the Happily Ever After, da Stephanie Perkins. Comprei uma edição em hardcover e jacket, toda cheia de mimimis, mas que amo muito. É lindíssimo. <3 


TEENAGE DREAM (um livro fofo): como pensar em outro? É óbvio que escolherei Fangirl, da Rainbow Rowell, que é um dos meus amorzinhos. É um dos romances mais fofos que já li. Eu realmente amo Fangirl, e acho que todo mundo deveria ler. E não entendo algumas amigas minhas que começaram mas abandonaram. É tão fofo!


E.T. (um livro com algum tipo de influência alienígena): eu nunca li nada com essas coisas. Não gosto e sim, tenho medo. É uma pena deixar uma "questão" em branco aqui, mas nunca li nadinha com alienígenas e tals.


THE ONE THAT GOT AWAY (um livro que você costumava amar, mas acabaram se distanciando): oi? Não entendi isso não. Mas, a minha interpretação é a seguinte: um livro que estava gostando, mas por algum motivo X acabei abandonando. Se é isso, o livro é Harry Potter e o Prisioneiro de Azkaban, que por questões de ter uma tonelada de provas, acabei largando. MAS, QUERIDOS AMIGOS/FAMILIARES/PROFESSORES QUE EU PROMETI QUE LERIA HARRY POTTER, EU PROMETO QUE VOLTO NESSE LIVRO! Nas férias ;) 


HOT N' COLD (um livro que você tem uma relação de amor e ódio): vou dizer minha leitura atual, porque sim. Um Ano Inesquecível, da Paula Pimenta, Babi Dewet ( <3 ), Bruna Vieira e Thalita Rebouças. O livro é ótimo. Os contos são super amorzinho. Até chegar no conto da Thalita (o último). Sério, eu estou detestando. Faltam umas cinquenta páginas para acabar e estou pensando em abandonar. Muito chato!! 


WIDE AWAKE (um livro que você virou a noite lendo, ou que te tirou o sono): After, da Anna Todd. Vocês já sabem que adoro os livros da série, afinal, viajei só pra conhecer a autora. O primeiro livro, eu li em uma madrugada. Me prendeu totalmente. Comecei ali pelas 20h ou 21h, e terminei eram 5h da manhã. Acordei no outro dia parecendo um panda (ainda bem que era fim de semana).


PART OF ME (um livro que sempre será parte de você): ai, gente, que categoria difícil! Acho que todos os livros, de certa forma, fazem parte de mim. Mas tem uma trilogia que tem um espaço tão especial no meu coração que escolhi-a para essa categoria. Sábado à Noite, da Babi Dewet. Terminei faz algumas semanas, mas já tem um espaço especial no meu coração. Lembro dos personagens como se fossem amigos de infância. Meus amigos sabem o quanto eu amo SAN, o quanto eu recomendo, o quanto eu quero que o mundo inteiro leia. Tenho um carinho especial pela autora (Babi <3 com certeza a autora mais fofa dos últimos tempos!), pelos personagens e pela história. 

THINKING OF YOU (um livro que você ficou pensando por muito tempo, enquanto lia outros): colocaria SAN de novo, mas gosto de dar espaço a outros livros. Então, A Herdeira, da Kiera Cass. Na verdade, esse livro me deixou em depressão literária! Fiquei um mês sem conseguir ler nada por causa desse final. Ainda bem que me surgiu um livro (que eu adoro, também por tê-lo ganhado em um sorteio) que me tirou disso! Mas A Herdeira destruiu meu coração. 

DARK HORSE (um livro que você não esperava muito e se surpreendeu): Fazendo Meu Filme, da Paula Pimenta. Na verdade, eu meio que fui obrigada a lê-lo. Então não era a maior das minhas vontades e também não esperava muito. Simplesmente amei! É impossível não amar a Fani e o Leo <3


Bom, amores, por hoje é isso. Eu realmente espero que gostem de ler essa tag tanto quando eu amei escrevê-la! Não se esqueçam de se inscrever no blog e de deixar aqui nos comentários a sua opinião.
Também quero agradecer a Bellinha por me marcar, e quero marcar a Bia e a Ana do Na Sua Estante e a Mavi do Capitãs Gancho e a Íris do @coresliterarias. E quem quiser fazer, sinta-se marcado :)

Abraços, 
Beta

domingo, 4 de outubro de 2015

[Resenha] À Procura de Audrey

Título: À Procura de Audrey
Autor (a): Sophie Kinsella
Editora: Galera Record
Páginas: 334
Estrelas: 5/5

Audrey é uma garota de 14 anos que era completamente comum. Até que começa a ser vítima de bullying por colegas de classe. Inicialmente, parecia apenas uma brincadeira de mal gosto, uma pequena implicância. Mas toda essa implicância foi aumentando.

Com o tempo, a protagonista não consegue mais frequentar o colégio, nem sair de dentro de casa. Começa a usar óculos escuros o tempo inteirinho, que se tornam um escudo. O diagnóstico diz que ela tem episódios de depressão, transtorno de ansiedade generalizada e transtorno de ansiedade social.

Com a doutora Sarah, Audrey começa um longo tratamento. Nele, ela tem que gravar um documentário sobre sua família, que chama de "Minha serena e amorosa família". Em todo esse seu caminho à recuperação, conhece Linus, o companheiro de jogos online do irmão. Os dois sentem uma ligação. Eles podem conversar sobre tudo (mesmo que no início tenha sido um pouquinho complicado). E, com o tempo, essa amizade se aprofunda e se transforma em um romance. 

"Sinto como se estivesse lentamente saindo de um lugar encoberto por neblina e notando detalhes que antes passavam despercebidos." - Página 206
 Eu tenho um amor por esse livro <3 eu amei amei amei. Foi o primeiro que li da Sophie Kinsella, e não me decepcionei nem por um segundo (só fiquei magoada que não consegui conhecê-la na Bienal, mas faz parte da vida).

Acho que seria melhor se eu fizesse uma lista para falar tudo que amei nesse livro. Amei a evolução da Audrey, amei os personagens, amei a escrita da Sophie, amei tudo. É uma leitura rápida e leve. Li em um dia. É muito bom, eu adorei <3 

"Senti falta de abraços. Meu Deus, como senti." - Página 227
 Bom, foi uma resenha bem simples, mas espero que tenham gostado :) tinha prometido lá no @livrocompaodequeijo fazer uma resenha desse livro maravilhoso, e aqui está. Se gostaram, não se esqueçam de comentar a sua opinião e seguir o blog. 

E, nem perguntei: vocês já leram À Procura de Audrey? Gostariam de ler? Comente isso aqui em baixo também.

Abraços, 
Beta.